Arquivo | junho, 2011

Mudança x Conforto

29 jun

Achei interessante a ideia de publicar textos não só meus aqui no blog. Por isso, convidei (e convidarei) alguns amigos a escreverem também. Por acaso, esse texto a seguir tem tudo a ver com o que temos tratado por aqui. Mudança, crescimento, espera. Post muito bem escrito pelo meu amigo Will. Aproveitem!

—–

Limpar, encaixotar, desarrumar e arrumar… Têm certos processos de mudança que são chatos demais! Eu é que sei! Nesses últimos dias (meses) eu estou passando por isso em diversas áreas da minha vida e é fato, seja a mudança que for, não é uma tarefa fácil.

Era uma tarde de um dia qualquer e eu estava subindo de elevador com algumas caixas para o apartamento para o qual eu estou indo morar. Quando a porta estava quase se fechando dois senhores e um cachorro chato que cheirava tudo – que não vem ao caso – entraram com uma conversa nostálgica. Embora fosse notória a empolgação de cada um deles, pra mim aquilo não passava de um papo tedioso. Tentei não ouvir e me concentrar nos meus pensamentos, mas eles falavam um pouco alto e eu achei interessante a habilidade que eles tinham de, por exemplo, citar “máquina de escrever” e “Jac Motors” em uma mesma frase, além do mais acho que seria ignorância da minha parte tapar os ouvidos e cantar “lá-lá-lá Brizola”. Depois que saíram do elevador fiquei pensando no assunto e vi que realmente a mudança é necessária, mais do que isso, ela é inevitável.

Segundo o dicionário, mudar significa alterar, modificar, transformar, converter e sua aplicação depende da circunstância e necessidade do momento. Parafraseando C. S. Lewis, cada vez que fazemos uma opção, estamos mudando a nossa própria essência em alguma coisa um pouco diferente do que se era antes. Ou seja, mudamos o tempo todo! Mudamos, por exemplo, quando ligamos a televisão e perdemos horas em entretenimento ao invés de ir aos cultos (principalmente aos que acontecem durante a semana). Mudamos quando gastamos mais de trinta minutos diários em redes sociais ao ponto de não nos imaginarmos uma semana sem acessá-los, mas não sabemos a última vez que investimos 30 minutos semanais em uma conversa a sós com Deus. Quero dizer que é fácil dizer que nossas atividades têm ocupado todo o nosso tempo quando na verdade temos o roubado para saciar a vontade da nossa carne. O que tenho visto nesses tempos é que a dificuldade da mudança ocorre porque não queremos quebrar o maior paradigma de nossa existência que é o nosso conforto e nossa tranqüilidade. Colocamos os nossos afazeres como empecilho e temos nos tornado apáticos a Deus.

No livro de Romanos no capítulo 12, Paulo faz um convite a todos de sermos agentes de transformação, pois é desta maneira que experimentaremos a boa, agradável e perfeita vontade de Deus para as nossas vidas. Não sei vocês, mas Paulo com todo o seu testemunho me constrange tanto. Neste capitulo, por exemplo, aprendo que Deus me instituiu um agente do Seu Reino, basta que eu tenha uma vida de um relacionamento genuíno com Ele. Vejo o quanto somos egoístas com Deus e o quanto Ele é bom, perfeito e amável. Incentivo a você a mudar! Busque princípios na palavra e fortifique sua fé. Invista no seu ministério e saia do conformismo. Se seu ministério não te desafia, não te estimula a investir um pouco mais no reino, preocupe-se e questione se o lugar em que está é o lugar certo. Viver com Deus é viver em novidade de vida a todo tempo.

Chegou o tempo de fazermos aquilo que nunca fizemos para alcançar o que ainda não alcançamos e isso cabe a todas as áreas de nossas vidas. Inclusive e principalmente a espiritual. Nunca pregou? Pregue! Nunca Jejuou? Jejue! Nunca fez uma vigília a sós com Deus? Faça!

Dê o primeiro passo, geralmente é esse que é o mais difícil. Não precisa ir muito longe. Saia da sua zona de conforto e tenha certeza que mudar é preciso.

Willian Wendos

Will é meu amigo, Seminarista da Faculdade Sul Americana, formado em Louvor e Adoração pelo CTMDT e professor de Arte na Adoração da Escola de Louvor .

 

Facebook – Willian Wendos

Deus desenvolve o caráter para realizar a tarefa

20 jun

Geralmente, queremos que Deus nos fale para nos dar um pensamento devocional que nos faça sentir bem o dia inteiro. Se você quiser que o Deus do Universo lhe fale, é preciso estar preparado para que ele revele aquilo que está fazendo perto de você. Na Bíblia, não há muitos indícios de que Deus aparece e fala com as pessoas apenas com o intuito de conversar. Ele sempre tinha algo em mente. Quando Deus fala com você através da Bíblia, ele tem um propósito para sua vida (e para vida de outros).

Quando Deus chamou Abrão, disse-lhe: “(…) engrandecerei teu nome.” Isso significa: “Desenvolverei teu caráter, a fim de capacitá-lo para a tarefa.” Nada é mais patético do que ter um caráter fraco para um tarefa gigantesca. Muitos não querem dar atenção caráter; querem apenas a tarefa.

Suponhamos que um pastor (ou líder de louvor) esteja aguardando que uma igreja grande o convide para pastoreá-la. Então, uma igreja pequena o chama e diz: “Venha ajudar-nos, em tempo parcial, no interior do estado, numa cidade pequena”.

“Bem, não vai dar”, responde o pastor (ou líder de louvor). Ele pensa assim: “Estou esperando para Deus me dar uma tarefa. Já me preparei tanto que não posso perder tempo num emprego secular quando posso servir numa igreja em tempo integral. Acho que Deus quer de mim  algo mais importante que esse convite”.

Como você classificaria essa resposta?

A. Esta resposta é centrada em Deus.

B. Esta resposta é centrada no eu.

Veja como essa resposta é egoísta. O raciocínio humano não dará a perspectiva de Deus. Se você não é fiel com pouco, Deus não lhe dará uma imcumbência maior. Ele pode querer ajustar sua vida e seu caráter em tarefas menores, a fim de preservá-lo para imcumbências maiores. É aí que Deus começa a agir. Quando você faz esses ajustes e começa a obedecer a Ele, você passa a conhecê-lo através da experiência. É este o alvo da atividade de Deus na sua vida – que você possa conhecê-lo. Você quer ter ter a experiência de sentir Deus agindo poderosamente em sua vida e através dela? Então ajuste sua vida  Deus, buscando um relacionamento em que você seguirá por onde quer que ELE o conduza – mesmo que a tarefa pareça pequena ou insignificante. É sempre melhor ouvir “Muito bem, servo bom e fiel!” (Mt 25:21)

Agora, você pode perguntar o seguinte: “Devo assumir automaticamente o convite que receber da cidadezinha só por ser uma tarefa menor?” Não. Seja a tarefa grande o pequena aos seus olhos, você deve sempre ter certeza que ela vem de Deus. No entanto, deve permitir que Deus lhe diga isto. Jamais descarte uma tarefa, grande ou pequena, com base nas suas ideias pré-concebidas. Lembre-se, você saberá através do relacionamento com Deus. Não deixe o relacionamento para trás.

(…)

Se Deus tem uma grande tarefa pra você, ele precisa desenvolver um grande caráter para igualar-se ao tamanho da tarefa, antes que ele ordene que seja executada.

(…)

Quando Deus lhe dá uma intrução, você aceita, compreeende-a claramente, e depois dá a Deus o tempo que ele precisa para fazer de você o tipo de pessoa que ele quer para aquela tarefa. Não pense que você estará preparado para realizar a tarefa no momento em que Deus te chamar. Quanto tempo levou, depois que Deus chamou Davi (através de Samuel), para que Davi subisse ao trono? Uns dez ou doze anos. O que Deus estava fazendo nesse meio-tempo? Construindo um relacionamento com Davi. A nação caminha conforme o Rei. Não se pode deixar o caráter de lado. Quanto tempo levou, depois que o Senhor chamou Paulo, para que ele empreendesse a primeira viagem missionária? Uns dez ou doze anos. A ênfase é em Deus, não em Paulo. Deus queria alcançar os gentios através de Paulo e precisou desse tempo para prepará-lo para a tarefa.

É para o seu próprio bem que Deus leva tempo para prepará-lo? Não. Não apenas por você mas também por todas as pessoas que Ele quer alcançar através de você. Também por causa delas devemos nos relacionar com Jesus. Assim, quando ele separar você para alguma tarefa, Ele possa realizar tudo o que quiser nas vidas das pessoas que você alcançar.

Extraído do livro “Conhecendo Deus e fazendo sua vontade”

Henry T Blackaby & Claude V. King.

Deus nos abençoe nas tarefas menores e maiores! Tudo é pra glória Dele!

E obrigada pelos comentários… me edificam e abençoam!

Dani  

Trailer “O Viajante”

17 jun

Galerinha do bem, quero registrar aqui o trailer do espetáculo que produzimos pro segundo semestre de 2010 no CTMDT, chamado “O viajante”.

A história contava sobre o Viajante (Joel) que percorria por algumas das cosmovisões no mundo – Naturalismo, Ateísmo, Cientificismo, Nova Era, Panteísmo – procurando pela verdade absoluta. O encontro do Viajante (Joel) com Jesus (Bruno – que representava a peça chave do espetáculo, se vestindo de 4 personagens) mostra que Deus se apresenta a nós de maneira simples, mas a única realmente verdadeira.

Olha o cartaz de divulgação aí!

O Kleberson postou ontem no Youtube e achei que vocês quisessem relembrar. E aos que não são do CTMDT, uma palhinha de como era puxado o nosso trabalho! hahahah. Tudo isso em menos de dois meses! Parabéns a todos que participaram, ficou ABSOLUTAMENTE LINDO!

Também tem esse vídeo que o Bruninho postou, de um pedacinho do “O Viajante”!

Elenco, direção e nossa professora HelenaElenco, Direção e nossa professora Helena Tannure na matéria “Arte na Adoração”

Beijo e um queijo,

Dani  

Feedback Viagem Missionária pra Holanda

16 jun

Oi gente! Hello! 🙂

Como não escrevi nada sobre o prático da Holanda, ponho crédito no ditado “uma imagem vale mais que mil palavras”. Três vídeos  (sendo que 2 foram feitos pela Denise e pelo Felipe Toller – integrantes do prático – sobre um resumão do que fizemos lá!) A música tema é a mesma nos dois vídeos porque foi a música que mais cantamos durante esses 30 dias!

Mas antes, meus agradecimentos, é claro, vão a cada um da equipe. Especiais vão pra Taís, que aguentou as pontas com excelência os perrengues da equipe A e foi nossa “mãe”. A Camila que liderou muito bem a equipe B. Silvia, mais que uma líder, um exemplo de caráter (e paciência).

A todos os meus amigos da Equipe A e B que cantaram/tocaram incansavelmente I’m Free, Hosana e Revelation Song, comeram comida tailandesa (hahahahah, tirando eu, Kleberson e Toller), jogaram jogos estranhos e ganharam no futebol, participaram do ritual Am Savãr, beberam muuuito chá e café, viajaram por quase todos os cantos da Holanda, ouviram sobre o “comprar o teeeeste” umas 40 vezes, comeram ostra e peixe cru (que supostamente melhora dor de estômago kkkk), visitaram igrejas-boates, igrejas-museus, igreja-seminário e igreja-normal, não acreditavam no preço das coisas, conheceram a Cris e a Miriam, dormiram em algumas casas que não tinha chuveiro, adquiriam força nos devocionais em equipe, passaram frio, andaram com perna de pau, davam glória a Deus quando voltávamos pra Voorthuizen, conheceram muuuuuita gente (mesmo exaustos), fizeram inúmeras vezes das vans a sua cama, ficaram com raiva do Marcelo, Kleberson e Tiago porque eles se hospedaram numa mansão, compravam lembrancinhas que não acabavam mais, vibravam quando chegava o dia de comer comida do Toller/Taís/Silvia, usavam luvas quando não podiam usar, zuavam o Johnatan por qualquer coisa, traduziram mesmo sem nenhuma energia, comeram frikandel e stroopwafels, dormiram pouco, dançaram o Medley mais de 20 vezes e se alegraram com cada vida sendo transformada. Inesquecível!

“Sei o que é passar necessidade e sei o que é ter fartura. Aprendi o segredo de viver contente em toda e qualquer situação, seja bem alimentado, seja com fome, tendo muito, ou passando necessidade. Tudo posso naquele que me fortalece” Filipenses 4:12-13

Amo vocês!

God bless The Netherlands!

Essa foi uma ministração filmada por um fotógrafo profissional lá em Driebergen (que chique… hahahah). Pra quem quer emoção, ponha no 4’00” em diante!

Na internet é possível achar mais vídeos, incluive pelo usuário que postou o último! Mas acho que esses deram pra dar uma ideia!

Beijo procês,

Dani  

Tudo que é grande começa com algo pequeno

15 jun

Todos os grandes homens de Deus na Bíblia foram fiéis nas coisas pequenas. No Novo Testamento, em Mateus 25, Jesus contou a parábola dos talentos. Ele falou do servo que pegou o dinheiro que o patrão lhe entregara e o multiplicou. No versículo 23, Deus disse a esse homem: “Muito bem, servo bom e fiel! Você foi fiel no pouco, eu o porei sobre o muito. Venha e participe da alegria do seu senhor!”. Em Zacarias 4:10, Deus diz ao profeta: “pois aqueles que desprezaram o dia das pequenas coisas terão alegria ao verem a pedra principal nas mãos de Zorobabel”. O poder está em dar pequenos passos.

Muita gente não anda com Deus hoje só porque não está disposta a dar os pequenos passos que Ele estabeleceu para elas. Se você recebeu uma tendência para qualquer área determinada, dele agarrar a oportunidade – não importa o quanto seja pequena – para caminhar na direção que Deus o capacitou. Se sua vocação for para ser pastor de jovens e estiver parado em casa, esperandoum convite de alguma igreja grande, deve saber que esse convite nunca virá. Você precisa encontrar o primeiro jovem que puder, colocar o braço sobre os ombros dele e começar a trabalhar na vida dele.

Não tenha medo de dar pequenos passos. A Bíblia nos promete que, se formos fiéis nas pequenas coisas, um dia administraremos muitas coisas grandes (mas que essa não seja nossa motivação!)

“Muitas vezes o impossível é apenas o que não se tentou” (autor desconhecido)

Este antigo provérbio é cheio de verdade. Lembro-me de um período da minha vida em que eu estava paralisado de medo daquilo que Deus me vocacionava pra fazer. Parecia-me uma tarefa tão enorme que eu era incapaz de encará-la. Um amigo veio até mim e disse duas palavras que romperam aquela paralisia em minha vida. Ele me disse: “Faça algo!”. Não se preocupe com o alvo agora; dê os passos que o fazem vencer o ponto de partida. Logo você chegará a um ponto de onde é impossível voltar. Quanto mais alto se sobe, mais longe se consegue enxergar. Cresça em qualquer lugar em que foi plantado.

Quando começar, não tenha medo. Eric Hoffer disse: “O medo de se transformar num decadente impede algumas pessoas de vir a ser algo”. Toda grande ideia é impossível de onde se começa hoje. Mas as pequenas metas crescem, e crescem rapidamente. A maioria das pessoas não tem êxito porque é medrosa demais para sequer tentar. Essas pessoas não começam por causa do medo do fracasso.

Muitas vezes o objetivo final parece tão inatingível que não fazemos o mínimo esforço. Mas, uma vez que se toma a decisão e começa, está-se a mais de meio caminho. A vontade de Deus começa com você hoje – não importa quais sejam suas circunstâncias. “A vitória se inicia no começo”, disse Robert Schuller.

Extraído do livro “O bom é inimigo do ótimo”

John L. Mason – Editora Legado

Espero que o texto tenha abençoado vocês. Façamos algo!

Dani  

Nem tudo era trabalho…

14 jun

Pois é, nem tudo foi trabalho no nosso prático no Nordeste em julho de 2010. Pra quem quer saber mais como foi o prático, entre aqui => https://danicappelli.wordpress.com/2010/07/29/pratico-nordeste-ctmdt/.

Momentos de descontração fazem toda diferença! Dois vídeos aí pra quem quer lembrar deles!

CTMDT MAR

LAZER PRÁTICO NORDESTE 2010 CTMDT (parece que é o mesmo vídeo de cima, mas é beeem diferente)

Um tchau pra vocês e um saudoso abraço aos meus amigos do Terceirão CTMDT!

Dani 

Tá esperando no Senhor?

13 jun

Ontem foi o lindo dia dos namorados! Me lembro como se fosse hoje desse tão esperado dia 12 de junho de 2010. No CTMDT, seminário que estudei, você espera 1 ano e meio até o dia 12 de junho pra firmar uma aliança com essa pessoa especial.

Confesso que na maioria das vezes não era fácil esperar. Todos falavam “espera em Deus” mas era como se entrasse por um ouvido e saísse por outro. Tem dias que você acorda com vontade de estar namorando alguém, de ter pra quem ligar, mandar uma mensagem com “eu te amo”, ter uma foto pra ficar olhando. Isso é normal, principalmente se você é uma mulher com TPM! hahahah. Mas o tempo (graças a Deus) passou e dia 12 de junho chegou! Talvez pra você que esteja lendo, o dia 12 foi só depressão porque você não tinha um namorado. Acontece. Contudo, o dia dos namorados já acabou! Levanta da cama, sacode  a poeira e coloque seus sonhos em Deus porque Ele é fiel pra saber o melhor pra você.

Apesar da espera ter sido um tempo difícil, trouxe muitas vantagens. Persevere!

Antes de se apaixonar:

Ore pelo seu futuro cônjuge. Sim, faça uma listinha das características que te agradam! Não estou falando de loira, morena, ruiva… Mas de coisas peculiares que cada um de nós sabe! Carinhoso/a, Aventureiro/a, Alegre, Introvertido/a e etc. Cada um tem suas preferências! Depois de fazer isso, temos mesmo a sensação de que ele está guardadinho em algum lugar especial.

(A coisa boa de fazer uma lista é que quando você se apaixonar por uma pessoa toda errada, você admitirá que nem você queria isso!)

Não fique procurando em todas as pessoas se perguntando “Será que é ele/a???” Calma. Deus é teu Pai. Ele mesmo te apresentará seu presente.

E muito menos fique experimentando os outros/as enquanto isso, óbvio. Todas as pessoas tem sentimentos, mesmo que às vezes não demonstrem. Não brinque com os sentimentos de ninguém. Você pode ferir alguém muito querido ou alguém poderá ferir você um dia. Tudo o que o homem planta, assim ele colhe.

Se apaixonou?

Ore por essa pessoa e continue orando por você mesmo pra ter certeza que isso não foi um pico de carência. Acontecem muitos desses ao longo da vida…

Espere por mais um tempo. Você chegou até aqui, então vai conseguir! Não se declare rápido demais porque se a pessoa também se declarar, dificilmente você desistirá se Deus te der um “não”.

Depois que os dois souberem de seus sentimentos, comecem a orar juntos. Deus confirma através de muitas coisas, mas pra mim, a mais forte dela é a constância do sentimento no teste do TEMPO. Mas se beijar, já era. Acredite, você não vai mais querer saber de confirmação de Deus.

Observe como ele trata a mãe e como ela trata o pai. Ele/a reproduzirá o comportamento com você futuramente.

Veja o que sua família pensa dele/a. Opinião de pai e mãe vale muito! Geralmente eles não erram! E se ele/a te colocar contra sua família, pula fora!

Procure ver se essa pessoa te afasta ou aproxima de Deus. Se ela te afasta agora, quanto mais em um casamento!

Deus tem o melhor pra você. Assim também como Ele tem pra mim. Ele sabe dar boas dádivas aos seus filhos. Esse assunto é muito extenso, eu sei. Sonho um dia escrever um livro sobre isso, quem sabe.

Uma ótima semana pra vocês. Não se apressem. Entreguem-se a Deus e Ele mesmo os conduzirá pelo lugar certo.

Um abraço!

Dani