Casamento, na ótica masculina

27 jan

Esse post foi a resposta do Kleberson sobre o post anterior. Homens, deem uma lida e meninas, indiquem pros namorados! Esse vale muito a pena ler até o final, acreditem 😉

—-

Não poderia deixar de expressar minha opinião sobre esse assunto. Realmente, esperar não é um dom que nós homens costumamos ter, inclusive eu acho que não o tenho. Sempre falo que não gosto muito de esperar. Mas se pararmos pra pensar, estamos sempre esperando alguma coisa: Na fila do banco, no ponto de ônibus, no caixa do supermercado e até na frente da casa da namorada, quando ela está se arrumando, né meu bem? rs. Enfim, apesar de eu não ter muita paciência em esperar, costumo sempre dizer que é a melhor escolha ou ‘’na dúvida, espere!’’.

Como a Dani disse, estamos mesmo em um tempo de estágio. Moro sozinho, tenho que administrar minhas finanças, cuidar da casa, roupas, móveis etc e confesso, não é nada fácil. Na minha opinião, todo homem, antes de casar, deveria morar pelo menos 1 ano sozinho. Dessa forma podemos conhecer quais serão parte de nossas responsabilidades. Vejo pessoas casando sem ao menos saber quanto custa um pacote de arroz. Meus camaradas, isso é sério. Já parou pra pensar que um dia você vai tirar a sua princesa de todo o conforto da casa dos pais dela e levá-la pra morar com você? Pois é, por mais que ela diga que o ama, ela espera ter segurança, sustento e conforto. E cá entre nós, elas merecem! Portanto, na dúvida, espere!

Prepare-se, trabalhe e muito! Estude também e se for preciso, durma tarde, acorde cedo, faça cursos, se profissionalize, se torne um homem de verdade. Não pense que se você ganha dois salários mínimos já é o suficiente pra casar. Cara, você já ao menos foi ao supermercado pra fazer um pequeno orçamento de quanto você gastaria por mês com comida? Já gastou tempo em procurar uma casa ou apartamento? Tudo bem se você já tem um de herança do seu avô, mas terá que pagar condomínio, luz, agua, gás, IPTU, aluguel ou financiamento. E o carro? Não vai me dizer que você vai querer ficar andando com ela de ônibus? Fala sério! Falando em carro… e a sua carteira de habilitação, você já se preocupou em fazer? Com relação as finanças, você já fez uma planilha do seu orçamento pessoal? Estou falando do seu, não de vocês dois. (Se alguém precisar de um modelo de orçamento familiar, fale comigo. Eu tenho uma planilha que me ajuda muito e com certeza vai te ajudar também).

Meu brother, se você não sabe controlar os seus gastos e pra onde vai o seu dinheiro, sinto muito, seu casamento está fadado à uma séria crise financeira. O que pode arruinar seu casamento. Sei que isso tudo pode parecer bobagem, mas já vi muitos casamentos serem destruídos por não prestarem atenção nessas ‘’bobagens’’ antes de casar. Casamento é coisa séria e alguns detalhes fazem toda a diferença. Sua namorada ou noiva já sabe como é sua vida financeira? Você já mostrou pra ela o seu orçamento, sua planilha de gastos? Quer um conselho? Se você ainda não fez nada disso, faça o mais rápido possível. Elas gostam de saber que nós sabemos (e saberemos) administrar as coisas! rs

Isso não quer dizer que precisamos ficar ricos antes de casar, seria uma utopia. Entretanto, como homens – e homens de Deus –  precisamos nos organizar, nos preparar para dar para as nossas princesas, uma vida digna de uma princesa.

Vale a pena esperar pela Dani, pois sei que tanto ela como eu estaremos mais preparados e maduros para um casamento. Porque, a cada dia que passa, eu a conheço e a amo mais. Porque a espera gera a esperança e a certeza que seremos felizes pra sempre.

Kleberson Mariano

Depoimentos de quem acha que também vale a pena esperar pra casar com suas princesas!

“A espera fez parte de nossa história – minha e da Day – em todo o tempo. Hoje, com alegria colhemos o fruto de uma obediência que plantamos no inicio de tudo, temos a benção de Deus e dos pais, pois isso vale a pena esperar o tempo que for pra dizer um SIM definitivo e desfrutar das promessas do Senhor”.  JC, namorado da Day

“A minha vida inteira eu orei pra que Deus me desse uma mulher que antes de amar a mim, amasse a Ele primeiro. Que fosse íntegra e que me amasse de verdade, e eu vejo isso na Lidi…” Joel, namorado da Lidiane

“Te espero, Manú. Se você não se atrasar demais, posso te esperar por toda a minha vida. Felicidade é ter algo o que fazer, ter algo que amar e algo que esperar… Te amo, mozão” Marcelo (Gaúcho), noivo da Manú

“Vale a pena esperar pela Sari pois ela tem sido em todos os aspectos a completude para os meus defeitos e desafios, uma pessoa que faz minha vida tomar rumos mais claros e específicos, fazendo cada sonho e perspectiva tomar forma. Uma mulher sábia! Te amo amor!” Vinícius, noivo da Sarita

“Vale a pena esperar a Nina, porque o nosso relacionamento foi o próprio Deus que instituiu.quando to com ela eu posso ser eu mesmo, nao preciso fingir ser ninguém. Posso dizer que Deus me deu mais do que eu pedia a Ele, bem mais, Deus realmente me surpreendeu com a mulher de Deus que a Nina é.” Lucas (NX), namorado da Marina (Nina)

“Na Jeísa, eu vejo os reflexos dos meus sonhos, ela se encaixa perfeitamente no perfil da mulher de Deus que sempre sonhei pra mim. Ela me faz ter a certeza de que com ela eu irei me casar um dia!” Sebastião, namorado da Jeísa.

“É bom quando temos a certeza de que antes mesmo de nós, foi Deus quem escolheu a pessoa que amamos. O mais difícil é encontrar alguém com quem se escolhe passar a vida inteira, mas depois que se encontra, percebemos que a espera vale a pena, principalmente pra que haja tempo pra nos tornar alguém melhor pra quem se ama.” Alan, namorado da Laís

Esses são alguns exemplos de homens que escolheram esperar. Se você quiser, deixe seu comentário, será importante pra nós!

Dani

Não quero conversar agora

26 jan

Prioridades são fáceis de definir. É só vermos no que estamos gastando nosso tempo. Se você é um super espiritual, não precisa continuar a leitura.

—-

Me vi sendo chamada por Deus – tantas e tantas vezes – a voltar e me relacionar com Ele. Muitas vezes ignorei a Jesus ficando horas no meu computador, ou vendo tv, lendo uma revista. Ignorei a Jesus mesmo passando horas vendo coisas sobre igreja, ou ligados a ela.

Sei que o Espírito Santo está comigo mesmo eu preferindo fazer outra coisa. Ele também está aí, Ele mesmo te trouxe até essa página.

“- Não, eu não quero conversar agora. Preciso falar com meus amigos, checar o jornal, o email, preciso ver alguns vídeos também. 

– Mas…

– Não me importo se você está esperando por mim, eu quero satisfazer o MEU desejo agora. Depois eu canto pra você, se você quiser. “Faça a Tua vontade”, não é assim que eu canto? Isso vai te fazer feliz?

– Filha…

– Se eu cantar da boca pra fora, o Teu Espírito vai parar de me chamar e me deixar em paz? Vamos combinar: À noite, eu te dou um pouco do meu tempo. Ou pode ser amanhã de manhã também. Vou até abrir a bíblia pra receber alguma palavra revelada de Ti. Olha, 15 atualizações!

(…)

– Como eu estava falando, vou me arrepender, agradecer, aquele ritual. Claro que o Senhor vai me abençoar… Agora você pode me deixar continuar o que estava fazendo?

– Tudo bem…”

Essa cena lhe é familiar? Esse é o discurso do meu coração e a educação de Deus. Quando priorizo outras coisas fúteis ao invés de passar um tempo que pode mudar minha vida ao pés do meu Criador, eu priorizo uma morte lenta, afastada da única vida.

O que você escolherá hoje? Até quando vai ignorar Deus te chamando?

Busquem o Senhor enquanto se pode achá-lo; clamem por ele enquanto está perto. 
Isaías 55:6

Pra quando é o casamento?

23 jan

Esse post revela minha ótica pessoal diante de uma situação pessoal.  =)

Sinta-se a vontade para ter sua própria opinião sobre o assunto.

—-

Já recebi inúmeros comentários perguntando pra quando seria meu casamento e muitas opiniões de quando ele deveria ser. Resolvi escrever esse post pra responder! 🙂

Me preocupo pensando que tipo de conselhos os jovens tem ouvido dentro de suas casas e igrejas a respeito de casamento. Graças a Deus, aqui em casa tenho uma base maravilhosa vinda dos meus pais, seu apoio incondicional e conselhos bem sinceros sobre a vida matrimonial (que não são só flores).

Minha mãe sempre me disse que uma crise financeira pode arruinar um casamento que apenas começou. Um casal que assume um compromisso matrimonial e logo após começa a depender dos seus pais financeiramente (emocionalmente também) pode enfrentar graves problemas no futuro. Já que os dois saem de sua casa para se tornar um,  isso não inclui sogros e sogras. Se casaram, tratem de pelo menos tentar sustentar a aliança que vocês prometeram ser “séria, madura e além de toda dificuldade” no altar perante as testemunhas.

Sei muito bem que a pressão que a igreja faz em cima de nós namorados é imensa. Afinal, é melhor casar que se manter abrasado! Aí, com essa perspectiva, muitos casais de namorados que mal se conhecem – mas sabem que seu Deus é o mesmo – se casam pra que a outra chama não acenda.

Não vale a pena se apressar em um relacionamento. Leve tempo pra conhecer a pessoa verdadeiramente… Leve Eclesiastes 3 a sério. Qualquer tempo que você passar namorando vai ser bem inferior ao que vocês irão passar casados. Então, pra que fazer tudo às pressas? Curtir o namoro, trocar presentes e cartinhas, receber flores… Tudo que é cultivado hoje, dará frutos amanhã.  Confesso que sou contra você casar com uma pessoa cuja vida é um mistério. A época do namoro é uma escolha… A escolha de contar quem você é de verdade (isso pode doer) e escutar coisas que talvez não queira escutar. Mas a recompensa é grande! A confiança aumenta e você ama ainda mais, com uma intensidade não experimentada antes.

Por causa da grande pressão pra casar, muitos estão subindo ao altar por motivos sexuais e ainda que não percebam, certas igrejas ou pastores incentivam que o casamento deve ser o mais rápido possível! Ouvi isso inclusive de uma pessoa que respeito muito e sei que é uma pessoa de Deus. Mas tomemos muito cuidado com o testemunho pessoal que ouvimos. Se uma pessoa que você admira namorou, noivou e casou em 6 meses, isso não significa que seja o certo pra você. Aliás, eu acho pouco provável que seja. O casamento não conseguirá sobreviver só de sexo, sem amor real. Tampouco só de amor, sem dinheiro. Seria uma união fadada ao fracasso. Um casamento de sucesso precisa de amor, de o mínimo financeiro e de Jesus bem no centro.

Precisamos amadurecer antes de entrar em um casamento. Você, menina, sabe cuidar de uma casa?  Sabe mais do que fazer miojo e fritar ovo? Se você respondeu mentalmente que vai ter uma empregada, ok, é benção… Mas nós, mulheres, precisamos saber cuidar do nosso lar. Deus nos deu a dádiva de prepararmos um ambiente sadio (e organizado) pro nosso lindo marido desfrutar. Quem gosta de viver em meio a bagunça?

Você homem… Já trabalha? Se não, como que você quer casar, meu filho? E mesmo trabalhando, sabemos que o desafio não para por aí… Vem a etapa de juntar dinheiro, economizar e etc, até que o grande dia chegue. Depois dele piora! rs. Você é organizado com suas finanças? Pois muito provável que essa parte da casa fique em suas mãos. Já pensou em como cuidar de uma princesa? Então vá se preparando!

Imagino que pra vocês, homens, seja muito mais difícil que pras meninas. Tem uma hora que o corpo não aguenta mais essa situação. Mas aguenta firme. Ainda existe muitos caras como você, que estão se guardando pro momento certo (mesmo que os errados já tenham rolado antes). Não é Jesus que refaz todas as coisas? Se escolhemos ir na contra mão do pecado, tudo o que fizemos, Jesus pode apagar. Inclusive nessa área.

Um grande exemplo pra mim é o meu irmão. Ele namorou por um bom tempo porque ele começou a relacionamento quando tinha 16 e ela, 15. O primeiro namorado dela e a primeira namorada dele. Mesmo sob tanta pressão vindo de todos os lados, eles escolheram estruturar o futuro antes de casar por impulso. Hoje, eles são casados, felizes e tem uma linda (linda mesmo) filha. Tudo no tempo certo….

Bem, esse foi o resumão dos meus pensamentos sobre isso. Tenho aprendido com a minha mãe várias coisas sobre a minha casa e a me arriscar na cozinha também! Enquanto isso, o mozão tá lá na primeira experiência de administrar uma casa sozinho. Ambos estão fazendo estágio pro que há de vir. Não queremos casar para permanecermos sob a guarda de ninguém. Queremos casar pra de fato sermos um e formarmos uma linda família. Não há nada de errado em esperar.

Eu e o Kleberson temos orado muito juntos, esperado e nos amado a cada dia mais. Pode ser antes ou depois do que estamos planejando. O importante é ter o “sim” de Deus, sem nada de precipitações.  Então, naquele dia perfeito, diremos sim pra sempre.

Beijo pra você! 🙂

O ano sem respostas

29 dez

O texto que você está prestes a ler não se parece nada com um conto de fadas… Mas mesmo assim, existe um Rei cuidando de uma princesa. Fique à vontade se quiser comentar. Boa leitura!

————–

De início achei que o problema estava na adaptação pós CTMDT. Depois achei que estava comigo. Depois achei que estava na igreja. Depois achei que era da falta de amigos. Depois, depois, depois…

O ano de 2011 foi um ano muito complicado. Semana passada, em uma reunião com amigos íntimos da nossa família, expus que em 2011, eu tinha ganho tantas coisas nas áreas palpáveis (material, financeira), mas pouquíssimo onde não podia enxergar.

Quanto mais eu buscava o Senhor, menos tinha respostas. Quanto mais eu tentava ouvi-lo, mais os meus ouvidos eram tapados. Já aconteceu isso com você?

Se eu pudesse contar pra vocês o que aconteceu conosco nesse ano, muitos ficariam de boca aberta, mas não poderia fazer isso. Além de ser antiético, creio que acima dos nossos sofrimentos e lutas, NUNCA devemos expor ninguém, porque todos fazem parte da mesma família e estão suscetíveis aos mesmos erros. Muitos que nos viram escrevendo coisas profundas e reflexivas no Twitter, mal sabiam que por trás daquelas palavras estava nossa história.

Nossos amigos mais próximos ficaram sabendo de toda “a novela” que nos envolveu do meio do ano pra cá e quero agradecer a estes (que sei que estão lendo!), que nos ouviram, aconselharam e oraram por nós. Que seria de nós sem vocês?

Também não posso deixar de citar um dos melhores presentes que já tive. Pude conviver com a pessoa mais incrível que Deus me deu de presente. A companhia do Kleberson muitas vezes me animou, me ajudou a caminhar a segunda milha e a não desistir. Amo vc! Agradeço muito a Deus por eu ter escolhido tão bem! (Não ter escolhido bem poderia me garantir um pesadelo na vida real. Anotaram, meninas?)

Nos tempos difíceis, você pode provar o significado da verdadeira amizade e isso não tem preço. Como eu disse, presentes “palpáveis” não faltaram pra gente ao decorrer de 2011. Inclusive ter ido bem no vestibular! O que explica bastante a minha ausência por aqui.

Esse ano, aprendi que mesmo quando Deus não nos dá respostas, Ele continua nos amando. Aliás, a ausência de respostas já é uma expressão de amor. Abri o livro de Jó infinitas vezes e vi seu sofrimento, me identifiquei, falamos juntos em alta voz “Que esperança posso ter, se já não tenho forças? Como posso ter paciência, se não tenho futuro?”. Ouvir suas histórias de sofrimentos sem fim nos rendeu uma bela amizade!
Por tantas vezes caminhei com Jeremias e ouvi suas Lamentações. Junto com ele tentava lembrar daquilo que me dava esperança.  Se Deus escolheu esses homens para estarem no manual supremo da vida, eles têm muito a nos ensinar. Inclusive que nesta vida teremos aflições!

“Você tem mesmo desejo pela minha presença? Até onde você me busca sem respostas?” Essas frases marcaram o meu ano de 2011. Às vezes Deus deixa de nos responder para ver até onde iremos buscá-lo.

Buscar a Deus pelo o que Ele é, mesmo que Ele escolha ficar em silêncio.

Não, eu não tenho uma super resposta miraculosa pra compartilhar. Dizer que Deus me deu um sonho ou um direcionamento. Nada disso aconteceu. Continuo orando, buscando e O amando mais do que nunca. Acho que cavei tanto que cheguei “na rocha”, onde os ventos já não me jogam de um lado pro outro.

Algumas noites – horário que eu faço meu devocional -, eu me desesperava porque não conseguia ouvir a Deus como  antes… Então abria a Bíblia e não sabia o que ler. Nesses meses, aprendi a ler trechos mesmo sem vontade. A cantar com o coração doendo. Aos poucos, percebi que me lembrava muito mais da Bíblia porque passava minutos ou horas racionalmente lendo e não chorando o tempo todo dizendo o quanto amava a Deus. Dá pra compreender a diferença? As duas práticas são necessárias para a nossa caminhada e crescimento.

Alguns finais de semana me batia uma extrema falta de certos amigos, de um papo aberto com pessoas com as mesmas idéias, e até entrar nas redes sociais me entristecia. Nesses meses, aprendi a ter a amizade de Deus. Me abrir até nas situações mais simples e inusitadas, como um “queria tanto chegar na hora, faz o professor se atrasar”. Redescobri Deus como o amigo mais incrível e detalhista que existe. Descobri que Deus usa o silêncio pra nos moldar em uma velocidade bem maior. No silêncio, se debater não adianta de nada. No início a reação é sempre essa, né? “Como o Senhor pode me tratar assim?”, “DEEEEEEEEUS, onde estás?”. Assim como um bebê que não consegue o que quer. Depois vamos nos acostumando com “o som do silêncio” …e esperar se torna algo que no futuro nos fará dizer “valeu a pena”. A espera se torna esperança. No final do ano que vem, quero poder dizer aqui “valeu a pena”. E com Deus, já está valendo… Mesmo sem respostas.

E A PACIÊNCIA A EXPERIÊNCIA, E A EXPERIÊNCIA A ESPERANÇA. ROMANOS 5:4

Feliz 2012!

Dani

Deus nunca perde

19 nov

Por Martin Smith

Existe essa “coisa” que nós referimos como a Presença de Deus. Não tenho certeza se existe outra forma de rotular ou um termo mais inteligente para descrevê-la corretamente. Mas, novamente, eu gosto da frase Presença de Deus: é exatamente isso que é. Ela faz o que diz na lata. É quando Deus está perto, é quando sentimos que Deus está mais perto do que o ar em uma sala cheia de vapor. É quando toda essa conversa sobre “isso” torna-se falar uma conversa sobre “Ele”. E se acreditamos que Deus não está morto, mas vivo; isso é a mais preciosa “mercadoria” que temos. Quando Jesus deixou a terra para estar com o Pai novamente Ele disse que deixaria seu “Espírito” conosco. O Espírito Santo. O Espírito Santo, nosso consolador. Esse é o “Espírito” que dá vida à lei.

Agora, as leis são boas, mas nós sabemos através da história da humanidade que ninguém pode manter todas elas. A lei é apenas a metade da história – isso é tudo o ela pode ser. O “best-sellers” – os únicos que têm toda a história – sempre terão também o “Espírito” embutida na trama. É na Presença do Deus Vivo que nós somos condenados por nossos pecados. É aí que percebemos como é bom ter limites, como é bom ficar longe de problemas, como é bom não pegar o fruto da árvore. Quando fazemos a escolha de obedecer à lei à luz de Seu “rosto” é que começamos a entender a liberdade. Estou maravilhado com a história de Moisés, no momento em que ouviu a voz de Deus vindo de uma sarça ardente. Deus sempre fala nos lugares mais inusitados e aqui Moisés descalçou suas sandálias ao lado de alguns arbustos com chamas, mas que na verdade não queimavam! [um complemento: Pergunto-me se já parecia estar em chamas, mas não “pegando fogo”, por assim dizer] De qualquer forma, a única coisa que tomou a atenção de Moisés foi o própria “Presença” de Deus. Depois de perceber que ele estava na companhia de seu Criador, ele lhe fez uma pergunta simples. “Quem eu digo que me enviou?” “EU SOU O QUE SOU”, “EU SOU me enviou a vós”. Disse o suficiente.

Nos últimos 20 anos tivemos uma revolução na forma como nos apresentamos como igreja. Quando eu era criança eu lembro-me da primeira vez que perguntei se poderíamos ter um kit de bateria no culto da noite e se eu poderia tocar uma guitarra “real”, do tipo que você conecta a um Vox AC30. A organista, uma senhora muito doce, pensou que tínhamos ido para o “lado negro” mas por ser honesto com ela, ela seguiu em frente acreditando que sem ela o som seria “chato”. Hoje em dia é comum ter bandas de louvor e adoração com o som parecido com o do Coldplay ao redor de todo o mundo tocando hinos modernos em uma manhã de domingo. Eu amo isso, eu celebro isso e eu acho que Deus ama também. Eu também acho que Deus ama a criatividade.

Calças jeans justas com meias e sandálias, cortes de cabelo estilosos em vez de conservadores, tatoos, cintos arco-íris e “igreja nova” em uma tela de vídeo da largura da Tower Bridge (Tower Bridge é a famosa ponte que fica sobre o rio Tamisa em Londres).

Eu amo tudo isso. Mas às vezes fico nervoso. Preocupa-me que não precisemos mais de Deus. Não sentimos a necessidade de tirar nossos sapatos. Será que realmente sentimos falta Dele nos dias de hoje? Depois que todas as reuniões de nossa igreja tornaram-se “perfeitas” e agora aprendemos como ´fazer´, temos a “coisa” em último plano. De qualquer maneira, quem precisa de Deus quando podemos cantar “Historymaker” (Fazedores de História) o que nos faz sentir muito bem debaixo do equipamento de iluminação novo? Eu não sou um cínico, eu sou parte do problema.

Temos ministrado a nós mesmos e acreditamos que essas coisas vão atrair os “sem-igreja” ou fazer Jesus “legal” novamente para uma sociedade pós-moderna. Sinto muito se o “show” nunca foi parar no “nooma”. (uma série de curtas que apresenta perspectivas espirituais em experiências da vida individuais). Os seres humanos querem ser amados, não impressionados. Regozijo-me com o espírito pioneiro que tomou igreja em um novo século, mas nunca devemos nos esquecer da “coisa” mais poderosa que temos, o nosso distintivo, a nossa alegria o nosso prêmio … a Presença de Deus. Não vamos recuar para velhos padrões nostálgicos, mas continuar rompendo as fronteiras criativas, mas em tudo, vamos saber no fundo de nosso ventre que “além do Senhor, não somos nada”. Podemos ter “tudo”, mas nada se deixarmos Deus de lado no palco. Mesmo Wayne Rooney (atacante do Manchester United) não pode marcar se estiver no banco.

Deus quer ser envolvido, para dar vida ao povo, para curar o câncer, para abrir os olhos dos cegos, para ajudar alguém a sair da dívida ou ajudá-los através da dor da traição. Ele pode levar nossa “loucura” e fazer o melhor. Ele pode agir no caos e trazer a verdade. Ele pode tomar uma velha senhora sobre o órgão e dar vida a seus dedos envelhecidos de modo que quando ela tocar os pessoas vão ser quebrantadas. Deus não se impressiona com a excelência, mas com a pureza. Deus está cansado do ar-escovado da adoração e se delicia apenas com o sacrifício de louvor. Isto significa que qualquer um pode fazê-lo, todos estão incluídos. Tudo o que temos a fazer é convidar Deus para a festa e vamos ver um tsunami de seu poder inundando a terra mais uma vez.

Acredite em mim, não vamos retroceder, temos que ir a adiante. Quando alguém pergunta quem nos enviou, podemos confiantemente responder: “EU SOU me enviou a vós”. Isso vale tanto para o velho tradicional quanto para Chris Tomlin cantando em um estádio. Nossa confiança não está no sistema de som, mas na voz de Deus. Não está mais nas músicas, mas naquele que canta sobre nós. Deus pode fazer coisas maravilhosas quando está em campo, e sabe porquê? Ele nunca perde.

Martin Smith é casado com Anna e têm seis filhos. Martin foi o vocalista e líder da banda Delirious? Suas canções incluem “I Could Sing Of Your Love Forever” (Cantarei Seu amor para sempre) ,”Majesty” (Majestade) e “What A friend I’ve Found” (Que amigo encontrei). Martin e Anna começaram o movimento Compassionart; uma instituição de caridade que arrecada fundos para ajudar comunidades mais pobres, restaurando a esperança e inflamando a justiça.

Quando não souber o que fazer

19 jul

Oi queridos!

Hoje queria compartilhar com vocês sobre uma passagem linda que o Senhor saltou aos meus olhos esta manhã. Se eu colocasse só os versículos, já seria suficiente, porque a palavra de Deus é tão poderosa e não há ninguém melhor do que o Espírito Santo para te explicar como ela se aplica à sua vida. Mas mesmo assim, colocarei minhas impressões. Não colocarei as referencias dos versículos para que o texto fique mais livre. Todas as citações são encontradas em 2Crônicas 20. Tudo o que estiver em itálico é da Bíblia, ok? 😉

E é claro que você pode pegar sua bíblia e fazer as anotações que se aplicarem à sua vida. Fique à vontade e aberto ao que Deus quer falar!

—–

A história que vamos falar hoje fala de um homem de Deus chamado Josafá. Em certo tempo de sua vida, dois povos vieram entrar em guerra contra Josafá e seu povo.

Então informaram a Josafá: “Um exército enorme vem contra ti de Edom, do outro lado do mar Morto. Já está em Hazazom-Tamar, isto é, En-Gedi”. No seu caso ou no meu, pode não ser um exército, mas como um: uma má notícia, uma decisão que pode mudar tudo, um progresso que não está sendo satisfatório, uma situação difícil aos olhos humanos. Um exército vem vindo contra você?

Consulte a Deus e jejue. Alarmado, Josafá decidiu consultar o Senhor e proclamou um jejum em todo o reino de Judá. Reuniu-se, pois, o povo, vindo de todas as cidades de Judá para buscar a ajuda do Senhor.  Assim que o problema se apresentar, não aja precipitadamente, procure orientação de Deus. E o jejum, que pouco é falado ultimamente, é importantíssimo em horas de decisão. Jejuar nos lembra constantemente que estamos em um propósito com Deus porque tiramos algo prazeroso para nossa carne.

Nos versículos adiante, Josafá ora ao Senhor com toda a sinceridade de seu coração, falando de um Deus que já derrotou muitos inimigos mas também é sincero quanto ao seu desespero. Admite que não tem forças para lutar contra esse grande exército e teme a angústia que passarão caso eles o vençam. Mesmo assim Josafá diz que na sua angústia, Deus o salvará. Entretanto, a frase mais linda da oração de Josafá perante seu povo é “Não sabemos o que fazer, mas os nossos olhos se voltam para Ti.”

Quantas vezes não sabemos o que fazer? E quantas dessas vezes nossos olhos se voltam para o Senhor? É muito mais cômodo murmurar, não crer e desistir. Mesmo que você não saiba o que fazer, mantenha seus olhos no único que pode fazer algo: Senhor Jesus! 

Então o Espírito de Deus veio sobre um profeta e este trouxe uma mensagem de Deus: “Escutem, todos os que vivem em Judá e em Jerusalém e o rei Josafá! Assim lhes diz o Senhor: ‘Não tenham medo nem fiquem desanimados por causa desse exército enorme. Pois a batalha não é de vocês, mas de Deus.” 

Não tenha medo, nem fique desanimado. A batalha não é de vocês! Por que se preocupar, sofrer e acreditar que tudo acabou? A batalha é de Deus e você ouviu falar de alguma de suas derrotas? Vocês não precisarão lutar nessa batalha. Tomem suas posições; permaneçam firmes e vejam o livramento que o Senhor lhes dará, ó Judá, ó Jerusalém. Não tenham medo nem se desanimem. Mesmo que não precisemos lutar, precisamos tomar posição e permanecermos firmes.

Não é agora que você sabe que a batalha não é sua que você vai pensar “Ah, Deus é por mim…. dá até pra relaxar, vou apenas me deitar por dez minutos”. Não, hora de decisão é tempo de tomar sua posição (que veremos abaixo) e permanecer firme (não ceder às tentações do inimigo e nem às inclinações da sua carne).

Tomando posição; Josafá prostrou-se, rosto em terra, e todo o povo de Judá e de Jerusalém prostrou-se em adoração perante o Senhor. A melhor posição que podemos tomar diante de Deus é de nos humilharmos diante Dele. Adoração significa dar o controle a Deus. Pare de controlar a situação e dê o volante ao Senhor.

Ter fé em Deus e nos profetas; “Escutem-me, Judá e povo de Jerusalém! Tenham fé no Senhor, o seu Deus, e vocês serão sustentados; tenham fé nos profetas dele e vocês terão a vitória”. Fé é uma das palavras que constantemente lemos na Bíblia, porque afinal, sem fé é impossível agradar a Deus. Ter fé não é algo simples. É lutar contra seus impulsos negativistas. Fé é a certeza das coisas que não se veem! É coisa de doido! E também ter fé nos profetas… É válido lembrar que no Antigo Testamento, Deus falava com o povo só através de seus profetas e hoje, além dos profetas abençoados que Deus coloca no nosso caminho, temos o Espírito Santo para nos direcionar. Se Deus te prometeu, creia em sua promessa, Ele vai cumprir!

Josafá nomeou alguns homens para cantarem ao Senhor e o louvarem pelo esplendor de sua santidade, indo à frente do exército, cantando: “Dêem graças ao Senhor, pois o seu amor dura para sempre”. Quando começaram a cantar e a entoar louvores, o Senhor preparou emboscadas contra os homens de Amom, de Moabe e dos montes de Seir que estavam invadindo Judá, e eles foram derrotados. Quando os homens de Judá foram para o lugar de onde se avista o deserto e olharam para o imenso exército, viram somente cadáveres no chão; ninguém havia escapado. Quando começaram a cantar e entoar louvores, Deus agiu por eles! Deus mesmo preparou as emboscadas para o inimigo. Está passando por guerra? Louve! Prostre-se! Cante ao Senhor pela vitória que Ele já te deu pelos olhos da fé!

Quando não souber o que fazer….

Consulte a Deus e jejue. Mantenha seus olhos no único que pode fazer algo. Não tenha medo, nem fique desanimado. A batalha não é sua. Tome sua posição de adorador. Tenha fé em Deus e nas suas promessas. Cante ao Senhor pela vitória que Ele já te deu pelos olhos da fé! 

E então… todos os homens de Judá e de Jerusalém voltaram alegres para Jerusalém, pois o Senhor lhes enchera de alegria, dando-lhes vitória sobre os seus inimigos. Entraram em Jerusalém e foram ao templo do Senhor, ao som de liras, harpas e cornetas. O temor de Deus veio sobre todas as nações, quando souberam como o Senhor havia lutado contra os inimigos de Israel. 

Depois da guerra, sua história gera o temor de Deus sobre seu próximo, seu bairro, sua cidade! Tudo isso para a glória de Deus. Que Ele tenha abençoado você com essa mensagem e que te ajude a passar pelo momento de decisão.

Dani Cappelli 

Sua busca esfriou?

5 jul

O quanto você tem se entregado a Deus?

Certa noite, estava lendo minha bíblia e falando com Deus. Meu devocional costuma ser à noite, antes de dormir. Estava tão satisfeita com minha vida devocional que estagnei. Como assim? Ler a bíblia todos os dias e orar já estava bom pra mim. Sinceramente, eu mesma não percebi o quanto isso estava me fazendo mal. Quando você passa tempo com Deus e depois desse tempo você tem aquele alívio pensando “Já tive minha porção por hoje”… Isso é muito perigoso. Quando fazemos nosso relacionamento com Deus uma rotina quer dizer que o desejo que temos por Ele está se apagando aos poucos.

Eu sei que essa palavra é dura, mas é necessária.

Onde estão aqueles dias onde você chorava aos pés de Deus e não queria sair da sua presença? Onde estão aqueles joelhos que tocavam o chão, os gritos que saíam da sua boca, a dança que só saía dentro do seu quarto? Onde está aquela oração onde você oferecia todos os seus planos? Onde estão aqueles 3 acordes no violão que duravam a tarde inteira? Onde está aquela oração fervorosa por missões? Onde está aquele louvor que nunca ninguém ouvirá, que você fazia só pra alegrar o coração de Deus? Onde está a chama do teu coração?

Deus começou a me despertar, me fazendo todas essas perguntas. Sei que se você abriu esse blog, Ele também está fazendo a você.

Aí está: Onde caí? Onde caí, Senhor, que nem percebi? Estava tudo tão bem! Estava batendo meu ponto, lendo minha bíblia, pedindo perdão dos meus pecados. Ah…. Deus deseja muito mais que isso! Ele deseja sua presença mais do que você possa imaginar! Há sempre mais! DEUS TEM MUITO MAIS DO QUE ISSO! DESPERTE!

Busque a chama que vem de Deus. Tire mais tempo para orar e buscar o Espírito Santo. Não esteja satisfeito com sua porçãozinha do dia, daquele versículo da caixinha de promessas. QUEIRA MAIS! DEUS TEM MAIS! MESMO QUE NÃO SINTA, BUSQUE. BUSQUE E ACHARÁ. BUSQUE!

Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta. Mateus 7:8

O Senhor é bom para com aqueles cuja esperança está nele, para com aqueles que o buscam; Lamentações 3:25

O Senhor olha dos céus para os filhos dos homens, para ver se há alguém que tenha entendimento, alguém que busque a Deus. Salmos 14:2

No entanto, está chegando a hora, e de fato já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade. São estes os adoradores que o Pai procura. João 4:23

Busque ter um coração ardente que não consiga ficar sem a presença do Pai. Ele sente tanto sua falta…

Tanto…

Se puder, comece agora. Tire um tempo para orar. Só por alguns minutos. Deus quer ouvir sua voz.

Já passava das oito

4 jul

Se você foi chamado para pastorear, cuidar e caminhar junto, esse post é pra você.

(Os nomes não foram citados por privacidade)

Já passava das oito da noite e finalmente chegamos a parte da estrada que tinha asfalto. Após uma viagem de 40 minutos em meio a escuridão completa, vimos uma lâmpada, outra e outra e chegamos à cidade. Continuamos o caminho até uma rua tão íngreme que tivemos que parar o carro para subirmos a pé.

Chegando lá e pensando como ela subia aquela rua todos os dias (e com um bebê de um ano!) nos intrigou tanto que só discutíamos sobre isso enquanto aguardávamos à sua porta.

Quando a porta se abriu, ela sorriu tanto que lágrimas brotaram de seus olhos. “Não acredito que vocês chegaram!”

Então nos pediu para entrar, sentar e se desculpou pois não tinha dinheiro pra comprar a lâmpada da sala que havia queimado na semana anterior. “Tudo bem, não tem problema”, todos nós pensamos. Em poucos segundos, todos nós viramos ouvidos ambulantes, pois tudo o que ela precisava era falar. Falar, falar e falar durante mais de uma hora.

Naquele mesmo mês havia recebido ameaças de morte por ser cristã, não recebia apoio da família na criação dos filhos e seu marido a traía constantemente em suas saídas com os amigos. Ela contou até mesmo das amantes que ligavam pra sua casa afirmando que estavam se divertindo com seu cônjuge enquanto trabalhava.

Mas o que feriu nosso coração naquele dia, além dessas coisas, foi seu descontentamento sobre o seu pastor. Ela frequenta uma igreja há mais de 3 anos e o pastor a conhecia muito bem. Como passou por uma gravidez de risco (e agora está grávida novamente) não pode sair de casa para ir à igreja. Garanto que nunca conheci uma rua tão íngreme como aquela, por isso acreditei sem sombra de dúvida que sair dali seria prejudicial à sua gravidez e à sua saúde.

Seu pastor, um homem conhecido naquela cidade tão pequena e simples, não visitara aquela mulher por mais de um ano. Ela pediu à uma amiga próxima que conversasse com o pastor para que este fosse à sua casa para uma simples visita. E esse pedido foi repetido algumas vezes ano passado. Tudo que ela precisava era de uma palavra, de um culto em casa, de um ouvido para ouví-la.

O pastor enviava resposta dizendo que estava muito ocupado com seu ministério e sua igreja. Aquela mulher estava abandonada ali naquela rua, com o filho pequeno, grávida e com tantos problemas. Ninguém para ouvi-la. O que nos encorajou foi que em várias partes do seu discurso ela dizia que sua força vinha do Senhor e que “Deus sofreu por mim e se eu tiver de sofrer por ele, tudo bem”. Rapidamente abraçou meu pai e disse “Tive que esperar meu pastor do Rio de Janeiro vir me visitar e eu sabia que o senhor viria. Obrigada, pastor”.

Ela havia sido tão bem plantada no Evangelho que os ventos e a tempestade não conseguiam virar seu barco.

E quanto a atitude do pastor?

Acho prudente pegarmos exemplos como esse para refletirmos sobre a responsabilidade de cuidar de vidas.

“Ai dos pastores que só cuidam de si mesmos! Acaso não deveriam cuidar do rebanho? Vocês não fortaleceram a fraca, nem curaram a doente, nem enfaixaram a ferida. Vocês não trouxeram de volta as desviadas nem procuraram as perdidas. Estou contra esses pastores. Tirarei deles a função de apascentar o rebanho. Procurarei as perdidas, enfaixarei a ferida e fortalecerei a fraca, mas a rebelde e forte, destruirei.”
Ez 34

Se der, volte e leia de novo essa passagem bíblica. Essas acusações são muito sérias. Como saber se você se encaixa na palavra PASTOR? Pastor é aquele que cuida de vidas, que é chamado pra fortalecer a fraca, curar a doente, enfaixar a ferida. Pastor não é somente aquele cara que prega na sua igreja. Pastor é um dos 5 ministérios descritos em Efésios 4. Pastor é aquele cara que tem paciência pra ouvir e ouvir. Persistência com aqueles que não possuem tanta força pra caminhar. Pastorear é discipular.

Agora, não estou aqui pra julgar aquele pastor. Trouxe esse exemplo apenas para falarmos dessa situação à luz das Escrituras. Aqueles que são chamados pra cuidar e não cuidam, Deus mesmo as julgará (e destruirá). Se Deus te chama para ligar para alguém e você diz que está ocupado demais, se você vê um amigo seu na rua se afundando em uma vida que não vale a pena pensa: Ah, o pastor dele que o procure! Cuidado. Deus nos usa nas pequenas coisas. Se ele te chamou pra ser pastor, pastoreie no seu dia a dia. E se você tem tido um ótimo relacionamento vertical (você e Deus apenas), você tem engordado e engordado sem dar desse conteúdo pra ninguém. Esse tipo de ovelha Deus diz que também será destruída. Meu pai diz que esse tipo de ovelha uma hora sofre de “infarto espiritual”. Então, querido…

* Busque o Senhor para que você possa dar aquilo que Deus tem te dado. Ele é nossa fonte. Nunca conseguimos nada por nossas próprias forças. Peça ao Espírito Santo a sensibilidade para você poder ajudar quem está clamando por ajuda.

* Seja paciente. Certas pessoas precisam de anos até que decidem entregar-se ao tratar de Jesus. Não desista.

* Não subestime uma visita, uma ligação, um encontro.

* Se você conhece ministérios que tem deixado suas ovelhas e só cuidado de si mesmos, ORE POR ELES!!!

* Procure aqueles seus amigos que um dia estiveram com você e não estão mais. De repente eles só precisam de uma ligação sua para voltarem aos braços do Pai ou para permanecerem na caminhada.

Que sejamos pastores que refletem o cuidado de Cristo por nós,

Dani 

Mudança x Conforto

29 jun

Achei interessante a ideia de publicar textos não só meus aqui no blog. Por isso, convidei (e convidarei) alguns amigos a escreverem também. Por acaso, esse texto a seguir tem tudo a ver com o que temos tratado por aqui. Mudança, crescimento, espera. Post muito bem escrito pelo meu amigo Will. Aproveitem!

—–

Limpar, encaixotar, desarrumar e arrumar… Têm certos processos de mudança que são chatos demais! Eu é que sei! Nesses últimos dias (meses) eu estou passando por isso em diversas áreas da minha vida e é fato, seja a mudança que for, não é uma tarefa fácil.

Era uma tarde de um dia qualquer e eu estava subindo de elevador com algumas caixas para o apartamento para o qual eu estou indo morar. Quando a porta estava quase se fechando dois senhores e um cachorro chato que cheirava tudo – que não vem ao caso – entraram com uma conversa nostálgica. Embora fosse notória a empolgação de cada um deles, pra mim aquilo não passava de um papo tedioso. Tentei não ouvir e me concentrar nos meus pensamentos, mas eles falavam um pouco alto e eu achei interessante a habilidade que eles tinham de, por exemplo, citar “máquina de escrever” e “Jac Motors” em uma mesma frase, além do mais acho que seria ignorância da minha parte tapar os ouvidos e cantar “lá-lá-lá Brizola”. Depois que saíram do elevador fiquei pensando no assunto e vi que realmente a mudança é necessária, mais do que isso, ela é inevitável.

Segundo o dicionário, mudar significa alterar, modificar, transformar, converter e sua aplicação depende da circunstância e necessidade do momento. Parafraseando C. S. Lewis, cada vez que fazemos uma opção, estamos mudando a nossa própria essência em alguma coisa um pouco diferente do que se era antes. Ou seja, mudamos o tempo todo! Mudamos, por exemplo, quando ligamos a televisão e perdemos horas em entretenimento ao invés de ir aos cultos (principalmente aos que acontecem durante a semana). Mudamos quando gastamos mais de trinta minutos diários em redes sociais ao ponto de não nos imaginarmos uma semana sem acessá-los, mas não sabemos a última vez que investimos 30 minutos semanais em uma conversa a sós com Deus. Quero dizer que é fácil dizer que nossas atividades têm ocupado todo o nosso tempo quando na verdade temos o roubado para saciar a vontade da nossa carne. O que tenho visto nesses tempos é que a dificuldade da mudança ocorre porque não queremos quebrar o maior paradigma de nossa existência que é o nosso conforto e nossa tranqüilidade. Colocamos os nossos afazeres como empecilho e temos nos tornado apáticos a Deus.

No livro de Romanos no capítulo 12, Paulo faz um convite a todos de sermos agentes de transformação, pois é desta maneira que experimentaremos a boa, agradável e perfeita vontade de Deus para as nossas vidas. Não sei vocês, mas Paulo com todo o seu testemunho me constrange tanto. Neste capitulo, por exemplo, aprendo que Deus me instituiu um agente do Seu Reino, basta que eu tenha uma vida de um relacionamento genuíno com Ele. Vejo o quanto somos egoístas com Deus e o quanto Ele é bom, perfeito e amável. Incentivo a você a mudar! Busque princípios na palavra e fortifique sua fé. Invista no seu ministério e saia do conformismo. Se seu ministério não te desafia, não te estimula a investir um pouco mais no reino, preocupe-se e questione se o lugar em que está é o lugar certo. Viver com Deus é viver em novidade de vida a todo tempo.

Chegou o tempo de fazermos aquilo que nunca fizemos para alcançar o que ainda não alcançamos e isso cabe a todas as áreas de nossas vidas. Inclusive e principalmente a espiritual. Nunca pregou? Pregue! Nunca Jejuou? Jejue! Nunca fez uma vigília a sós com Deus? Faça!

Dê o primeiro passo, geralmente é esse que é o mais difícil. Não precisa ir muito longe. Saia da sua zona de conforto e tenha certeza que mudar é preciso.

Willian Wendos

Will é meu amigo, Seminarista da Faculdade Sul Americana, formado em Louvor e Adoração pelo CTMDT e professor de Arte na Adoração da Escola de Louvor .

 

Facebook – Willian Wendos

Deus desenvolve o caráter para realizar a tarefa

20 jun

Geralmente, queremos que Deus nos fale para nos dar um pensamento devocional que nos faça sentir bem o dia inteiro. Se você quiser que o Deus do Universo lhe fale, é preciso estar preparado para que ele revele aquilo que está fazendo perto de você. Na Bíblia, não há muitos indícios de que Deus aparece e fala com as pessoas apenas com o intuito de conversar. Ele sempre tinha algo em mente. Quando Deus fala com você através da Bíblia, ele tem um propósito para sua vida (e para vida de outros).

Quando Deus chamou Abrão, disse-lhe: “(…) engrandecerei teu nome.” Isso significa: “Desenvolverei teu caráter, a fim de capacitá-lo para a tarefa.” Nada é mais patético do que ter um caráter fraco para um tarefa gigantesca. Muitos não querem dar atenção caráter; querem apenas a tarefa.

Suponhamos que um pastor (ou líder de louvor) esteja aguardando que uma igreja grande o convide para pastoreá-la. Então, uma igreja pequena o chama e diz: “Venha ajudar-nos, em tempo parcial, no interior do estado, numa cidade pequena”.

“Bem, não vai dar”, responde o pastor (ou líder de louvor). Ele pensa assim: “Estou esperando para Deus me dar uma tarefa. Já me preparei tanto que não posso perder tempo num emprego secular quando posso servir numa igreja em tempo integral. Acho que Deus quer de mim  algo mais importante que esse convite”.

Como você classificaria essa resposta?

A. Esta resposta é centrada em Deus.

B. Esta resposta é centrada no eu.

Veja como essa resposta é egoísta. O raciocínio humano não dará a perspectiva de Deus. Se você não é fiel com pouco, Deus não lhe dará uma imcumbência maior. Ele pode querer ajustar sua vida e seu caráter em tarefas menores, a fim de preservá-lo para imcumbências maiores. É aí que Deus começa a agir. Quando você faz esses ajustes e começa a obedecer a Ele, você passa a conhecê-lo através da experiência. É este o alvo da atividade de Deus na sua vida – que você possa conhecê-lo. Você quer ter ter a experiência de sentir Deus agindo poderosamente em sua vida e através dela? Então ajuste sua vida  Deus, buscando um relacionamento em que você seguirá por onde quer que ELE o conduza – mesmo que a tarefa pareça pequena ou insignificante. É sempre melhor ouvir “Muito bem, servo bom e fiel!” (Mt 25:21)

Agora, você pode perguntar o seguinte: “Devo assumir automaticamente o convite que receber da cidadezinha só por ser uma tarefa menor?” Não. Seja a tarefa grande o pequena aos seus olhos, você deve sempre ter certeza que ela vem de Deus. No entanto, deve permitir que Deus lhe diga isto. Jamais descarte uma tarefa, grande ou pequena, com base nas suas ideias pré-concebidas. Lembre-se, você saberá através do relacionamento com Deus. Não deixe o relacionamento para trás.

(…)

Se Deus tem uma grande tarefa pra você, ele precisa desenvolver um grande caráter para igualar-se ao tamanho da tarefa, antes que ele ordene que seja executada.

(…)

Quando Deus lhe dá uma intrução, você aceita, compreeende-a claramente, e depois dá a Deus o tempo que ele precisa para fazer de você o tipo de pessoa que ele quer para aquela tarefa. Não pense que você estará preparado para realizar a tarefa no momento em que Deus te chamar. Quanto tempo levou, depois que Deus chamou Davi (através de Samuel), para que Davi subisse ao trono? Uns dez ou doze anos. O que Deus estava fazendo nesse meio-tempo? Construindo um relacionamento com Davi. A nação caminha conforme o Rei. Não se pode deixar o caráter de lado. Quanto tempo levou, depois que o Senhor chamou Paulo, para que ele empreendesse a primeira viagem missionária? Uns dez ou doze anos. A ênfase é em Deus, não em Paulo. Deus queria alcançar os gentios através de Paulo e precisou desse tempo para prepará-lo para a tarefa.

É para o seu próprio bem que Deus leva tempo para prepará-lo? Não. Não apenas por você mas também por todas as pessoas que Ele quer alcançar através de você. Também por causa delas devemos nos relacionar com Jesus. Assim, quando ele separar você para alguma tarefa, Ele possa realizar tudo o que quiser nas vidas das pessoas que você alcançar.

Extraído do livro “Conhecendo Deus e fazendo sua vontade”

Henry T Blackaby & Claude V. King.

Deus nos abençoe nas tarefas menores e maiores! Tudo é pra glória Dele!

E obrigada pelos comentários… me edificam e abençoam!

Dani