Tag Archives: mudança

Mudança x Conforto

29 jun

Achei interessante a ideia de publicar textos não só meus aqui no blog. Por isso, convidei (e convidarei) alguns amigos a escreverem também. Por acaso, esse texto a seguir tem tudo a ver com o que temos tratado por aqui. Mudança, crescimento, espera. Post muito bem escrito pelo meu amigo Will. Aproveitem!

—–

Limpar, encaixotar, desarrumar e arrumar… Têm certos processos de mudança que são chatos demais! Eu é que sei! Nesses últimos dias (meses) eu estou passando por isso em diversas áreas da minha vida e é fato, seja a mudança que for, não é uma tarefa fácil.

Era uma tarde de um dia qualquer e eu estava subindo de elevador com algumas caixas para o apartamento para o qual eu estou indo morar. Quando a porta estava quase se fechando dois senhores e um cachorro chato que cheirava tudo – que não vem ao caso – entraram com uma conversa nostálgica. Embora fosse notória a empolgação de cada um deles, pra mim aquilo não passava de um papo tedioso. Tentei não ouvir e me concentrar nos meus pensamentos, mas eles falavam um pouco alto e eu achei interessante a habilidade que eles tinham de, por exemplo, citar “máquina de escrever” e “Jac Motors” em uma mesma frase, além do mais acho que seria ignorância da minha parte tapar os ouvidos e cantar “lá-lá-lá Brizola”. Depois que saíram do elevador fiquei pensando no assunto e vi que realmente a mudança é necessária, mais do que isso, ela é inevitável.

Segundo o dicionário, mudar significa alterar, modificar, transformar, converter e sua aplicação depende da circunstância e necessidade do momento. Parafraseando C. S. Lewis, cada vez que fazemos uma opção, estamos mudando a nossa própria essência em alguma coisa um pouco diferente do que se era antes. Ou seja, mudamos o tempo todo! Mudamos, por exemplo, quando ligamos a televisão e perdemos horas em entretenimento ao invés de ir aos cultos (principalmente aos que acontecem durante a semana). Mudamos quando gastamos mais de trinta minutos diários em redes sociais ao ponto de não nos imaginarmos uma semana sem acessá-los, mas não sabemos a última vez que investimos 30 minutos semanais em uma conversa a sós com Deus. Quero dizer que é fácil dizer que nossas atividades têm ocupado todo o nosso tempo quando na verdade temos o roubado para saciar a vontade da nossa carne. O que tenho visto nesses tempos é que a dificuldade da mudança ocorre porque não queremos quebrar o maior paradigma de nossa existência que é o nosso conforto e nossa tranqüilidade. Colocamos os nossos afazeres como empecilho e temos nos tornado apáticos a Deus.

No livro de Romanos no capítulo 12, Paulo faz um convite a todos de sermos agentes de transformação, pois é desta maneira que experimentaremos a boa, agradável e perfeita vontade de Deus para as nossas vidas. Não sei vocês, mas Paulo com todo o seu testemunho me constrange tanto. Neste capitulo, por exemplo, aprendo que Deus me instituiu um agente do Seu Reino, basta que eu tenha uma vida de um relacionamento genuíno com Ele. Vejo o quanto somos egoístas com Deus e o quanto Ele é bom, perfeito e amável. Incentivo a você a mudar! Busque princípios na palavra e fortifique sua fé. Invista no seu ministério e saia do conformismo. Se seu ministério não te desafia, não te estimula a investir um pouco mais no reino, preocupe-se e questione se o lugar em que está é o lugar certo. Viver com Deus é viver em novidade de vida a todo tempo.

Chegou o tempo de fazermos aquilo que nunca fizemos para alcançar o que ainda não alcançamos e isso cabe a todas as áreas de nossas vidas. Inclusive e principalmente a espiritual. Nunca pregou? Pregue! Nunca Jejuou? Jejue! Nunca fez uma vigília a sós com Deus? Faça!

Dê o primeiro passo, geralmente é esse que é o mais difícil. Não precisa ir muito longe. Saia da sua zona de conforto e tenha certeza que mudar é preciso.

Willian Wendos

Will é meu amigo, Seminarista da Faculdade Sul Americana, formado em Louvor e Adoração pelo CTMDT e professor de Arte na Adoração da Escola de Louvor .

 

Facebook – Willian Wendos

Anúncios

Mudança

16 mar

Mesmo sem perceber, lá estamos nós mudando. Nos adaptando, escolhendo. Processo diário, processo anual, processo de vida.

Tem aqueles dias em que ficamos mais pensativos, sem vontade de sair de casa, de olhar pela janela do carro com a chuva caindo. Em contrapartida, existem os dias ensolarados, cheios de energia, prontos para um novo recomeço. Sem mudança o ser humano não seria ser humano. Já reparou naqueles pacientes em coma por anos? Eles são considerados sem vida. Mas porquê? Simples, 0% de mudança.

Nossa estrutura corporal passa por tantas mudanças desde que nascemos e especialmente pra mulher, carrega-se uma nova vida dentro de si mesma. Imagina só, gerar alguém…

Mudança serve para nos tirar do lugar cômodo que habitávamos. Mesmo esse lugar sendo ruim ou bom, a mudança simplesmente vem. Ela pode ser boa, ruim, às vezes não temos escolha. Ela simplesmente vem. Pessoas, lugares, processos, amizades, paixões, artes, calendários…

Se você parar pra olhar suas fotos, não mais achará você lá. Somos transformados todos os dias, as fotos só são recordações do que éramos.

Com a mudança crescemos, choramos, aprendemos a rir novamente.
E tudo isso faz a beleza da vida. Aproveite, você está vivo!