Tag Archives: Parasitismo

Espírito Santo, Guaravita e eu.

18 mar

Cheguei em um determinado lugar e lá encontrei uma bela garota com seus 18 anos, cabelos lisos e bem arrumados, jogados à direita. Como ela chegou e sentou ao meu lado, comecei a puxar papo,  o que não foi difícil porque ela me pareceu bem sociável. A conversa continuou com o seguinte rumo: Eu fazia perguntas sobre ela e ela sobre o que eu fazia. Até aí, tudo bem, já passei por isso outras vezes.

Chegou a hora em que saímos daquela sala para o intervalo. Ela encontrou com outra amiga fora dali. Ótimo – pensei – uma nova oportunidade de conhecer alguém! Então as duas começaram a cochichar baixinho… E de repente a amiga perguntou “Você conhece ela?” – É, não vou escrever certo porque foi assim mesmo que a menina disse. Continuando, a suposta nova conhecida disse imediatamente que não, com um olhar de desdém. As duas se fecharam, dando as costas pra mim.

Saí dali e fui comer sozinha em outro lugar, ruminando o que tinha acabado de acontecer. Por quê? Por que a menina me tratou dessa maneira? Ela disse que não me conhecia após ter conversado pelo menos 1 hora comigo!

Simples… Hoje em dia, a maioria das pessoas só constrói relacionamentos porque convém fazê-lo. Porque é muito mais fácil você viver em uma relação parasitária, onde você suga, suga suga… do que meramente numa protocooperação, onde os dois se acrescentam, se ajudam, se constroem.

Meu coração se entristeceu naquele momento… Minha vontade? A mesma que você teria. Entrar lá, ser até legalzinha se ela viesse falar de novo, mas nunca mais puxar papo, ou melhor, não construir uma amizade de jeito nenhum.

No minuto seguinte, senti docemente o Espírito Santo falando comigo: “no Reino de Deus é diferente”. E ali começamos a conversar, eu e o Espírito Santo, com um Guaravita na mão e as lágrimas querendo descer. Ele foi ministrando ao meu coração que ser cristão é dar a outra face pra bater, é começar um relacionamento se doando, amando, confiando. Isso é Reino de Deus. O maior amor é daquele que dá a vida por seus amigos (João 15:13). E ainda pior, mais difícil e intrigante, amem os seus inimigos, façam o bem aos que os odeiam! Tá desacreditando??? Abre lá sua Bíblia em Lucas 6:27! É isso mesmo! Amem, porém, os seus inimigos, façam-lhes o bem e emprestem a eles, sem esperar receber nada de volta. (Lucas 6:35).

A porta da sala estava entreaberta… Entrei com uma aparência séria, de quem estava prestes a fazer o que não queria. É, aquela mesma carinha aos 7 anos quando estamos prestes a fazer o que o pai mandou. Sentei ao lado dela de novo. O que ela fez? Sorriu pra mim. Tá, agora você deve estar pensando: “Po, mas ela ficou de costas pra você com a amiga dela, te deixando sozinha em um intervalo!” O que eu fiz? Respirei fundo e sorri de volta.

O Reino de Deus é nadar contra a maré. Ninguém disse que seria fácil.

“Todos eles saberão que somos discípulos de Jesus se amarmos uns aos outros” João 13:35

Da próxima vez que conhecer alguém, se encontrar com alguém… avalie suas motivações. Você só investe em um relacionamento que pode lhe trazer benefícios? Beneficie alguém hoje, essa semana, esse mês. Ame verdadeiramente as pessoas. Quando mais nos doamos, mais somos cheios. Prefira a protocooperação, beba mais Guaravitas conversando com Deus…

Dani